Ainda Existem Templários No Nosso Tempo?

Após a morte de Jacques De Molay em 1314, a Ordem do Templo continuou a existir secretamente em França até 1705, ano em que foi eleito o 41º Grão-mestre, o Duque de Orleães.

O período de clandestinidade terminou com a proclamação dos Estatutos de 1705, pelo monarca francês Luís Filipe de Orleães. Daqui para diante a Ordem já não teve mais necessidade de viver na clandestinidade. 

E continua ainda hoje viva um pouco por todo o mundo.

Ao Duque de Orleães, falecido em 1723, sucederam Três Príncipes de Bourbon, foram Grão Mestres entre 1723 e 1776.

A Ordem expandiu-se entre 1818 e 1841 com priorados na Grã-Bretanha, Alemanha, bélgica e Suíça. Abriram também delegações no Brasil, Suécia, India e Nova Iorque.

Com o fim de assegurar a sobrevivência, durante a Segunda Guerra Mundial a Ordem muda-se para Portugal, Pais então neutro, sendo Grão-mestre o Conde António Campelo Pinto de Sousa Fontes, isto até 1960, sendo depois sucedido pelo seu filho, o Conde Dom Fernando Pinto de Fontes, 51º Grão-mestre.

O Latim e o Francês continuam sendo as línguas oficiais.

 

Partilhar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *